Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

deuxmilonze

Deixando 2010 quase quase para trás, agora começa-se a pensar no ano vindouro. 2010 foi um ano blherg em certos pontos e um ano yuppi noutros. Vivi momentos únicos (vivemos...) e perdi pessoas. Mas a vida leva-as e trá-las novamente.

 

Acabei com a minha namorada de quase 3 anos, que era -é mais ou menos ainda - também minha melhor amiga. Foi devastador a vários níveis; ficamos numa espécie de amizade em stand by: por estupidez minha, está claro. Se voltasse atrás, ao momento exacto, teria sido franca, de tal modo que ela nunca mais me poderia ver à frente - talvez. Mas por outro lado, encontrei outra pessoa. Uma pessoa que me mostrou o outro lado da vida, do mundo. Mudou a minha vida radicalmente, voltas de 180º graus foram dadas. Apaixonei-me dura, rapida e furiosamente. Descobri novas coisas sobre mim e coisas velhas que estavam enterradas. Voltei a ser feliz full time, passei a dar a mão em público e a exprimir-me a plenos pulmões. Dançar tornou-se uma constante na minha vida. E amar... Tornou-se numa coisa ponderada, razoável e louca, fácil e bonita. Obrigada por existires meu anjo, não o conseguiria fazer sem ti, jamais. Amo-te pelo que és e pelo que me fazes ser.

 

Os meus amigos mostraram as verdadeiras faces, conheci muitas pessoas novas que se tornaram importantes na minha vida; partilhei momentos inesquecíveis, palavras de carinho e sorrisos que valem mais que qualquer outra coisa.

 

Espero, sinceramente, que o deuxmilonze venha cheio daquilo que preciso: paz, saúde, concentração, amor e loucuras em doses recomendadas. Mas acima de tudo, que mantenha as pessoas mais importantes por perto... Sempre.

 

Happy new year!