Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

A vez em que tu foste e eu fiquei #6

Estive a dormir na nossa antiga cama; agora, quando venho a casa, posso dizer com franqueza que há alguma coisa que já foi realmente nosso. O sítio onde porventura passamos mais tempo porque nós somos pessoas que gostam de ficar manhãs e principios de tarde meias deitadas a fazer um pouco de tudo e esse um pouco de tudo só faz sentido se se fizer na cama. Rir, chorar, amar, tomar o pqa, ver simpsons, ver the real l word, saltar, fazer cócegas, chatearmo-nos... Até das nossas pequenas chatices tenho saudades. Ah.

 

Como disse um amigo meu ontem à noite: tu estás aqui mas sabes o que vai acontecer, sabes que ela vai voltar, ela já está ali no fundo da rua mas  vem a passo de caracol. Mas sabes que ela vem. 

 

Eu sei que vens, mas vens a passo de caracol. E eu sinto-me um bocado mal tratada pela viscosidade toda.