Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

(eu)(muitas)(vezes)

Depois há dias assim: ando meia viva e meia morta. Sento-me e fico quieta ou sento-me e rodopio. O chão confirma-se quieto sob os meus pés e eu deito-me nele pedindo-lhe um abraço. Bebo litros de chá inglês sem saber de onde vem, porque a caneca não mo confirma. Quero-te de volta e partilhar este grande nada da minha vida: é que contigo torna-se num grande tudo.

Je gosta desse grande tudo!

 

 

 

Image and video hosting by TinyPic