Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

dovaziocomamor #4

É pela manhã que melhor te reconheço. Quando acordas e me dás um beijo  doce, com sabor a sonhos. É pela manhã que te conheço pois o dia ainda não teve tempo de te pisar, de te moldar à sua feição e passar-te os seus pensamentos. Às vezes, penso, poderia chatear-me com o dia porque te rouba pouco a pouco de mim. Vai denegrindo aquilo que de melhor existe em ti; pela manhã és tu mesma sem pensar 2x ou pensar em mais nada. É tudo genuíno e é tudo feito de fibra. Pelo dia, o dia come-te a fibra, ordena os teus sonhos de serem despejados e engole-te as vontades. 

 

E é por isso que ordeno que se faça noite e que se façam sonhos. De manhã estarás de volta.