Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

A vez em que tu foste e eu fiquei #12 (parte 2)

Estes trechos de silêncio misturados com chuva a cair, a trovoada. Não sei, não sei se não será mais insurdecedor do que o teclar martelo ou as vozes todas do outro lado, os berros, as músicas, a ausência de espaço para mim e para ti. Vai ser uma tão longa semana que desisto e canso-me só de pensar. Porque o dia... O dia já estou habituada: ou porque vais ou porque tenho de ir. Mas existe o momento cinderela na nossa vida e esse momento, esse efeito esta semana desapareceu. Eclipsou-se, mas volta; demora é um bocadinho. Vá lá, vou dizer olá à cama onde não estás. Love'ya.

2 comentários

Comentar post