Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

TIMES, THEY ARE A'CHANGING

Image and video hosting by TinyPic

Sobreposição de amêndoa - Março 2010

Têm surgido dias melhores e dias piores. Esta semana foi quase toda má (texceptuando quinta e sexta): detesto ser apressada e quem me apresse; senti que nada batia certo, já nem mesmo a pillow talk de que tanto gostamos. Nestas situações, o que se faz? Vira-se as costas e tenta-se dormir? Continua-se a conversa sabendo que nos enganamos no percurso? Apaga-se a luz, respira-se fundo. Esclarece-se o cansaço, aprofundam-se os suspiros e interrelacionam-se mãos, no quente do Jerónimo. "Gostava de pedir desculpa, mas tu não precisas de pedir": existe uma consciência sempre aberta, sempre atenta. Gosto disso em ti. Desculpa, também não fui a melhor prenda da semana - a pseudo bipolaridade volta a atacar. Irritada? Cansada. Mas vêm aí a primavera e já te levei a almoçar fora (Pizza Hut, pizza camponesa + brownie + gelado de menta e baunilha), ao cinema (It's Complicated! com Meryl Streep, Alec Baldwin e Steve Martin ****+) e fiz-te lasanha verde caseira (com folhas de pasta caseira, igualmente). Gosto mais das tréguas do que da batalha.