Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

Desalojar de ideias #75

 

Foi uma semana e tanto. A Alex fez-me uma festa surpresa (fiz anos no domingo) na terça à noite: os meus melhores amigos e família juntinha... para não falar da comida boa boa e das prendinhas: batom Coco Mademoisele da Canel, brincos de pérola, pendente com coração, 3 passos da Clinique, Casaco Zara, Pulseira de cabedal em trança, écharpe turquesa... Uma data de coisas. Mas não (de todo) o mais importante. O esforço que o RM fez para me manter fora de casa durante 3h, os bolos que a Ritinha e a Branca de Neve me fizeram... A companhia desta gente fez-me sentir mesmo mesmo feliz por ter a vida que tenho, por ter a possibilidade de estar onde estou e com quem estou. (Já agora, o postal que a Scott fez e está no blog dela - house of blue leaves). Fico enternecida com estes gestos de amor. A Alex, inclusive, não pode estar comigo no domingo e quando cheguei a casa... tinha a casa coberta de post-its com pequenas frases para me fazer sorrir. A Marie bem diz que nasci debaixo de uma boa estrela!

 

 

Bom, mas isto foi só terça à noite. Depois da bebedeira, vem a ressaca (awfull!) ... e vários filmes, e cama, e vontade de preguiçar... Com a menina ao lado. Claro. Veio a hora de ir ter com a Elena (Locura Imprevista) e tomar um café para por a conversa em dia - a sério que gostava de ter um grau de excentricidade como o dela! Entre as decisões de ir ou não jantar marisco a Matosinhos... Revelam-se as preferências caseiras: a Alex cozinha novamente para mim: lulas e camarão tigre grelhado com pão d'alho e salada. Yummi é o que posso afirmar!

 

 

Entretanto, começa a recta final de estudos para o exame de arquitectura moderna I - Brunelleschi, Alberti, Bramante... Francesinha para dar alento e boas vibrações do sol que tem caído sobre a Invicta.

 

Chega o fim da semana assim quase de surpresa e decidimos por em marcha uma das tarefas da lista 2011: mais desporto. Para tal seguimos até à Quinta do Covelo - o nosso pequeno central park: correr nunca me soube tão bem - e o parque tem máquinas de exercícios oferecidas pelo Modelo; é movimento garantido. De volta a casa... fazer almoço e ir para a Casa Agrícola (3ª vez esta semana!) para estudar e apanhar boleia com a Ritinha para o jantar semanal e fazer a minha primeira sessão de Reiki (wow, as energias começaram a sair e foi tão tão bom...).

 

 

Limpa-se a casa, começa-se a ler um romance, arruma-se o armário do quarto e da casa de banho... E a Frankie a jurar que é super homem com os meus briefs...

 

 

Planeiam-se novas coisas. Hum, é bom ter 21. ^^

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.