Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

Entre outros, este.

Image and video hosting by TinyPic

Photo de neon.tambourine

 

Suspirei lentamente; um suspiro imenso que se juntou ao passar dos segundos do meu relogio, o ponteiro dourado. Pensei em muitas linguas e falei muitas muitas muitas palavras. Nao falei gestos nem pensamentos. Apenas nomes. 

 

Sentada na  cadeira de couro do -5, pensava com quem gostarias tu de estar casada, se te poderias sentir de algum modo perto de mim se me chamassem por outro nome. Claro que sim e claro, determinado, que nao. 

 

O suspiro, lentamente, foi desaparecendo e eu, rapidamente, escrevi o texto e assinei. De agora em diante, mais que um estado poetico teras um pseudonimo. Sim, sou eu. 

 

Ana M. Bardot.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.