Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

Há males que vêm por bem, e outros que assim assim

Fiquei de férias sexta-feira; eu nem sequer devia ter ido à aula na sexta de tão mal que estava (febril) mas tinha teste, e se há coisas que destesto adiar são testes. Depois passei o resto da manhã a cozinhar, ora com calor, ora com frio. Quando fui para casa até estava bem. Estava bem até descobrir que na limpeza de congelador e frigorífico que tinha feito no fds passado me esqueci de voltar a ligar o frigorífico e dei conta que... estava tudo estragado! Tudo ou quase tudo para o lixo, um congelador pequenino mas que ainda assim me iria dar para comer pelo menos 2meses! Senti-me estúpida e fiquei com um humor... Não será necessário mencinar. E como é que só dei conta uma semana depois? Tive 6 testes nessa semana, quase não fui à cozinha! Grrr, que nervos. Fui trabalhar. Quando dou conta que mais ou menos às 11 da noite me começa a doer a garganta e que já não tenho força para falar, ui ui. 

Sábado acordei e não estava competamente sem voz, estava lá perto. Depois tive um jantar num sítio onde estava muita gente e nem me conseguia ouvir a falar. Ou seja, acabei por ficar com a voz tremida. No final da noite, ou de madrugada, a minha melhor amiga da faculdade ao sair de nossa casa teve um acidente aparatoso: ela está bem, o carro foi para a sucata e os outros feridos foram feridos ligeiros. Apanhei um susto de todo o tamanho e nem preciso dizer o frio que apanhei das 5 até à 6.30 da manhã! 

No domingo é que já não dava um pio. Tive o almoço de natal em casa da minha cunhada mas nem consegui dizer uma palavra. Tive que ir à urgências, 1h de espera no entanto atendeu-me uma médica muito competente que me deu logo atestado e deu-me logo medicação intravenosa para me passarem as dores! Mas estou interdita de dar uma palavra em 7 dias pelo menos (quanto mais melhor!) ou de apanhar frio durante duas semanas. Vim então para a aldeia mais cedo, trouxe as minhas duas bichinhas: a Frankie fez uma viagem tranquila, como se nada fosse com ela já a Baguhera... Foi o terror, pobrezinha, a viagem toda a miar, rebentou com a porta da transportadora, quando a meti no colo fez xixi nas minhas calças (arrrrgh) e depois tive que levar na transportadora mas no colo; arranhou-me a mão toda! 

Foi toda uma complicação para cá chegar. Passei 3h no centro de saúde para pedir a baixa médica (este nosso sistema de saúde é bom mas caramba, 3h por um papel?) e agora... agora é modo natal on sem voz para cantarolar, sem poder falar com a minha família sem ser por escrito! Vai ser diferente, mas pelo menos, vou estar com eles! Já fiz as rabanadas no forno (ai que boas! e com calda de vinho do porto ainda melhor!), dois cheescakes. Vou fazer coscorões, sonhos de amêndoa, bolinhos de cenoura, pudim e aletria. Talvez bolachinhas para ofrecer, não sei é se terei tempo. 

Boas preparações e bons inícios de festividades natalícias! 

 

12fdca39f695db1afb5a16ed16cda128.jpg

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    A* 24.12.2014 15:44

    Muito obrigada Filipa! beijinhos e bom natal para vocês também!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.