Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Mala Aviada

A vida de Mala Aviada

São Valentim

Eu não ligava nada a esta data. Mais um golpe mercantil, de marketing e para dobrar os preços de produtos que já são caros qb. Mas a Alex é uma eterna romântica, adora tudo o que envolve um grau superior de romance e não deixa passar a data em branco. É só um pretexto para me mimar ainda mais do que faz nos outros dias.

 

Este ano, passamos o dia juntas. Namoramos muito e mesmo ela estando meia doente conseguimos sair de casa e ir até à praia lanchar. Mas não se deixem enganar: não é dar passeio pela areia de mão dada nem gastar uma pequena fortuna num café à beira mar. É comprar natas na Ribeiro e um latte no moustache e ficar dentro do carro a ver a rebeldia das ondas e a chuva e o vento a bater. E digo, foi um momento tão tranquilo que só de recordar é uma paz neste coração.

 

Houve jantar no chinês favorito, filmes e muito mimo. Houve flores no dia seguinte só para ser diferente! E mil beijinhos foram dados! Assim sabe bem ter um dia especial. Não é preciso presentes, nem gastar rios de dinheiro em coisas que provavelmente não iriam ser úteis (embora não sejamos dessas pessoas mas nunca se sabe).

 

E o vosso dia? Foi festejado com amor?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.